Monday, March 31, 2008

Ultima sessao no Quarteto

Naquele tempo não havia El Corte Inglés nem Colombo e penso mesmo que não havia ainda Monumental. Naquele tempo, que não foi há assim tanto tempo, quem queria ir ao cinema não ia a um centro comercial, mas também não era preciso, a malta era nova, não tinha dinheiro para compras nem para jantar fora, não tinha carro para estacionar mas em compensação tinha muito tempo. Podia apetecer-nos ir ao cinema a meio da tarde ou ao fim do dia. E para quem, como eu, se movimentava entre a Praça do Chile, o Campo Pequeno e a Avenida do Brasil, o Quarteto ficava mesmo em caminho. Ia-se de metro ou pé. Chegava-se a qualquer hora e descobria-se depois a que horas era a sessão ou qual o filme que se ia ver. Havia sempre qualquer coisa de jeito. Não era um cinema com blockbusters e pipocas. Tinha um café simpático onde nos podíamos sentar a comer maltesers e a ler os jornais, enquanto na televisão passavam os trailers dos filmes. Eu gostava do Quarteto. Daquele ambiente acolhedor. Da máquina de flippers. Dos bilhetes minúsculos em cartão colorido. Dos intervalos. Das salas pequenas onde, por mais que escolhessemos o lugar, parecia sempre que não nos conseguíamos sentar de frente para o ecrã. Era ali que, todos os anos, viamos os filmes do Woody Allen. Como um ritual. E, acho que era em Novembro, havia os aniversários - uma noite inteira cheia de filmes. Comprávamos os bilhetes para as sessões até de manhã mas eu, que se sempre fui uma ensonada, acabava invariavelmente por desistir a meio, despedia-me do pessoal pelas duas manhã, punha um gorro na cabeça e ia para casa. Claro que quando começaram a abrir outras salas a malta tornou-se mais exigente. Depois de se ver cinema no Corte Inglés era difícil voltar àquelas cadeiras onde quase não conseguíamos esticar os pés e tínhamos que estar sempre a desviar a cabeça para ler as legendas e se o filme fosse muito silencioso passávamos o tempo a ouvir os diálogos da sala ao lado. Das últimas vezes que lá fui fez-me confusão o cheiro a mofo das alcatifas e a má qualidade da projecção. E quase juro que vim dali picada por pulgas (alguém me contou que também havia baratas). Portanto, era previsível. Podemos sentir uma certa nostalgia. Do Quarteto e daquele tempo. Mas era previsível. O Quarteto fechou. The End.

Labels: ,

1 Comments:

Blogger inesn said...

não sabia e fico com pena...

9:52 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home