Monday, March 30, 2009

A-dias

A bem da nossa sanidade mental e da saúde do nosso filhote que agora já gatinha por todo o lado decidimos, depois de feitas e refeitas as contas, contratar uma empregada. Empregada não, mulher-a-dias, corrigiu-me a Neusa ainda à porta de casa. E depois entrou e bisbilhotou por todo o lado, inspeccionou o ferro de engomar, espreitou nas casas-de-banho, olhou de soslaio para os brinquedos espalhados pelo chão da sala, franziu a testa no fogão e concluiu isto está a precisar de uma geral. Eu baixei os olhos como que pedindo desculpa e só não fiquei mais envergonhada porque estava entretida com os meus pensamentos a imaginá-la a entrar por ali adentro sem mim, rodando a sua própria chave na minha fechadura, sentindo-se livre para abrir as minhas gavetas, gozando, talvez, do meu parco guarda-roupa, desdenhando dos restos no meu frigorífico, folheando a minha vida nos álbuns das fotografias - cada um é como cada qual, costuma dizer o meu pai, e eu posso não ter cremes nem perfumes caros para ela usar enquanto limpa o pó mas custa-me imaginar que alguém, esta ou outra Neusa, ande por ali a cuscar nos meus preciosos álbuns de memórias. Não sei até que ponto lhe hão de interessar as fotografias da viagem a Paris no 12º ano ou os bilhetes do espectáculo da disney no gelo que vimos no ano passado, mas espero bem que entre um e outro ela arranje tempo para passar os lençóis.

Labels:

6 Comments:

Blogger Canto Definido said...

lol, levava as próprias fotos e guardava as tuas nas gavetas, convidava as amigas enquanto "encomendava" pelo teu telefone uns tipos "jeitosos" para dança com trajes menores no meio da tua sala :)

11:20 AM  
Blogger Elsa said...

Isso é só no início depois pensarás:«Como consegui sobreviver até aqui?»

3:41 PM  
Blogger Ana C. said...

Acabaste de iniciar uma relação Amor/Ódio. Não há nada melhor do que chegar a casa e encontrar tudo num brinco, mas também não há nada melhor do que quando ela bate a porta da rua e se vai embora ;)

5:33 PM  
Anonymous Anonymous said...

Ainda que conseguiste dar este passo!
Espero que te habitues; isto é realmente uma relação amor/ódio! mas com o teu grande coração, por ti, opta pelo primeiro!
Considera a Neuda por fazer tudo o que não podes ou não gostas de fazer, ou já não dava!
bjs

9:55 PM  
Blogger Mamã said...

E quando ela for de férias vais pensar: Ufa que já não a podia ver.
E quando ela voltar de férias vais dizer: Ai que bom que ela voltou. Afinal não é assim tão mau ela cá estar.

11:23 PM  
Blogger SMS said...

É isso mesmo! Não vivia sem a D. Emília mas às vezes tenho ganas de a esganar. Sobretudo quando ela bufa e sopra e diz "Isto hoje está bera". Mas se fico sem ela... a roupa chegará ao tecto, a porcaria entranhar-se-á em todos os cantos. Vai ser bom, Mary! Vai ser muito bom!

10:41 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home