Wednesday, October 08, 2008

Anoitecer

19.40 o avô traz o miúdo. vai directamente para a banheira. o bebé fica sentado na cadeira, no meio do corredor, a olhar para nós. diverte-se com o mano aos saltos todo nu e espanta-se com o barulho do secador.
20.05 vamos todos para a cozinha. pomos a mesa. digo várias vezes "senta-te". felizmente tinha feito o jantar antes. comemos enquanto o bebé, sentado na cadeira, desata a chorar. dou umas garfadas ao outro para apressar a refeição.
20.35 o miúdo traz o prato com a maçã descascada, eu pego no bebé e mudamo-nos para o quarto. brincamos. despimos o bebé e vamos dar-lhe banho. o puto quer ajudar, mexer, ver tudo de perto. faz questão de abrir e fechar os frascos e de ser ele a tirar a rolha.
21.00 o miúdo vai lavar os dentes enquanto eu vou preparar o biberão. o bebé fica a choramingar na cama.
21.10 o miúdo decide que quer fazer cocó. queixa-de de dor de barriga. enquanto está sentado na sanita vomita no chão. vou ajudá-lo. o bebé, na cama, já está a chorar.
21.20 o biberão tem de ser aquecido de novo. o bebé está em pranto. o miúdo precisa de miminhos. vamos todos para o quarto dele. o bebé ao colo a beber o biberão. o mais velho segura no livro, passa as páginas e "lê" a história, pedindo ajuda de vez em quando. que bom que já sei estes livros quase todos de cor. apagamos a luz. o bebé continua a beber. eu canto duas músicas. damos beijinhos de boa noite e depois passo para o meu quarto para tentar adormecer o pequerrucho.
21.45 já dormem. dou uma arrumadela nas casas-de-banho, ponho a loiça na máquina, arrumo a cozinha, esterilizo biberões, ponho a máquina da roupa a funcionar, sento-me no sofá.
22.00 o bebé choraminga. deve ter deixado cair a chucha. tou indo.
22.05 sento-me outra vez no sofá e penso: não foi mau. nisto, chega o maridão, cansado, esfomeado, carregado de sacos, depois de ter passado quase uma hora no supermercado. não foi mau, penso. seria pior se além disto tudo ainda tivesse que ir às compras. não me queixo. seria pior se ele não estivesse aqui para me dar um beijo antes de dormir.

Tenho uma admiração enorme por todas as mães sozinhas.

Labels:

8 Comments:

Blogger lady said...

o beijo é insubstituível. as compras passei a faze-las na internet e há uns senhores que sobem as escadas e carregam os sacos.
também - confesso - sozinha ajuda ter só um...

5:03 PM  
Blogger bf said...

engraçado!
sempre disse que se tivesse uma gata se chamaria Christie! Por razões óbvias que a GATA bem saberá explicar!

4:45 AM  
Blogger Joana Pestana said...

Quando o meu filho era bebézinho era também algo em que pensava, como conseguem as mães que estão sózinhas ?
Só podem ser umas super-mulheres.

9:45 AM  
Blogger marta said...

pois, mãe sozinha é muito difícil. e o mais difícil é que é absolutamente todos os dias, sem que haja um dia em que se pensa "amanhã outra pessoa toma conta dela que eu estou cansada".

10:55 AM  
Blogger Mamie2 said...

lol Penso o mesmo! E quando vejo a minha vizinha, sozinha, com dois... :S

Mas sabes que desde que engravidei da minha filha, passei a fazer as compras grandes pela internet. Só vou ao supernmercado comprar os frescos.
Bjocas

11:37 AM  
Blogger KITTY said...

Eu tenho uma admiração enorme por todas as mães.. as que têm essa paciência toda e parecem conseguir tratar de tudo ao mesmo tempo.. não sou mãe, e quando leio estas histórias acho que nunca vou ser capaz..

*BJS*

2:04 PM  
Blogger Cristina said...

Também penso muito nisso, nas mães sozinhas. Identifiquei-me imenso com as rotinas. Lá em casa é parecido, excepto as compras que fazemos só uma vez por mês, os quatro mas com entrega ao domicílio...

Cristina

2:57 PM  
Blogger joana said...

Passo cá muito mas hoje não quis deixar de comentar.
Os meus fins de tarde também são mais ou menos assim. Às vezes quando me deito penso que o dia foi péssimo e que já não aguento mais, mas depois também penso nessas mães sózinhas e sinto-me melhor, é que o marido chega tarde mas chega.
Bjs
Adoro a maneira como escreves!

6:13 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home