Thursday, March 31, 2011

É isto

"(...) O principal é um Governo socialista chegar ao ponto de cortar pensões de 180 e 220 euros e diminuir o IVA para o golfe até ao escalão mínimo. De taxar a eito tudo o que é trabalho, produção de riqueza e apoios sociais aos mais desprotegidos e manter as grandes obras do regime, inúteis e sumptuosas, para favorecer o cancro das parcerias público-privadas a favor dos mais privilegiados. De fustigar até ao absurdo os rendimentos do trabalho e taxar em termos ridículos a grande especulação financeira e imobiliária. De sufocar as pequenas empresas e permitir o escândalo da zona franca da Madeira, um paraíso de lavagem de dinheiro e fuga ao fisco. De se assanhar contra qualquer poupança que um cidadão consiga fazer e encolher os ombros perante a exportação de capitais, lucros e impostos devidos. (...)"

Isto e muito mais na última crónica de Miguel Sousa Tavares no Expresso

Labels:

2 Comments:

Blogger mena said...

não é que me agrade muito estar aqui a defende o governo, mas neste caso há aqui umas imprecisões: essas pensões nunca foram cortadas, falou-se, quanto muito, de as congelar, coisa que depois não aconteceu.e eu que gosto muito do MST, chateia-me que ele escreva estas coisas assim, com imprecisões. chateia-me, porque gostava de pensar que podia confiar naquilo que ele escreve.

1:28 PM  
Blogger Filipa Arez said...

Não gosto do MST, mas em algumas coisas concordo com ele. este post é uma delas.

7:14 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home