Saturday, December 06, 2008

Eu e um balde de gelado

Encontro uma amiga que já não via há algum tempo.
- Divorciei-me, sabias?
Sério? E estás bem? E os miúdos? E aguentas-te sozinha? Não é muito cansativo?
-É, mas quando estou já muito cansada começo a contar os dias que faltam para eles irem para o pai. É que nesses dias fico mesmo, mesmo sozinha. Já não me lembrava como é bom.
Isto é tão verdade que dói.
Agora mesmo. O bebé está a dormir a sesta, o mais velho saiu com o pai para ir andar de bicicleta e eu sento-me ao computador com um balde de haagen-dazs e penso vamos lá aproveitar o momento. Como é que deixámos que a vida nos transformasse nisto?, mulheres que sonham com minutos de solidão.

Labels: ,

16 Comments:

Blogger Sávio Fernandes said...

Acho que toda a gente precisa de tempo para si próprio.
Não me parece que esse sentimento, mesmo quando diga respeito a cônjuges e filhos, seja assim tão mau.

4:44 PM  
Anonymous Maria_S said...

Eu também tenho muitas saudades de estar umas horinhas sozinha :).

7:52 PM  
Blogger InêsN said...

vou ter que linkar...posso?

9:04 PM  
Anonymous Filipa said...

Tempo só para nós é tão importante como oxigénio. Se não o tivermos sufocamos!

11:57 AM  
Blogger Loira said...

Eu também preciso e muito de tempo só para mim. E também não tenho qualquer pudor em admiti-lo.

12:55 PM  
Blogger Miss Kitty said...

Mulheres que quando não namoram se sentem sozinhas. Que depois de namorar ou casar ficam fartas de tanta companhia (2 familias p gerir). E que por fim descobrem que bom mesmo é estar sozinha e só ter companhia quando lhes apetecer.

BJS*

12:57 PM  
Blogger Precis Almana said...

Acho que "solidão" tem uma carga negativa. Portanto, tu sonhas é com momentos para estares sem mais alguém senão contigo. Penso que é diferente, é a diferença entre estarmos sozinhos ou sentirmo-nos sozinhos.

1:22 PM  
Blogger Bento said...

não concordo...talvez por ter sido bai apenas aos 42...mas...não preciso de tempo para estar sozinho...aaliás, preciso sempre de...estar sozinho com o filho...é uma diferençazinha...

3:00 PM  
Blogger Joana said...

ola!
Acho que nós mulheres somos tão complicadas que é difícil entenderem-nos a verdade é que adoramos os momentos em que estamos rodeadas de atenção mas também não vivemos sem aqueles momentos só nossos em que apenas queremos ouvir o silencio e sentir a presença do vazio... E isso acontece-me tantas vezes

3:06 PM  
Blogger SMS said...

Percebo perfeitamente o que dizes. Mas agora, agora que estou aqui no quarto de hotel na Lapónia, só me apetece estar ao pé do meu homem e dos meus meninos. Eu que sempre adorei estas reportagens em que saía e podia ficar sozinha, agora parece que atabafo sem eles. Enfim... acho que o ser humano nunca está contente. Faz parte da nossa natureza. Chuac!

7:30 PM  
Blogger mm said...

Quando não se tem tempo para nós dias, semanas, meses a fio, um bocadinho de solitude faz mesmo bem. Fazer o que nos apetece quando apetece, em vez de gerir o tempo.
O que cansa mesmo é fazer a gestão do tempo, em vez de gastá-lo a bel-prazer.

3:22 PM  
Anonymous mother_24 said...

ya bem verdade... é a ideia que foi implementada deacharem que somos super mulheres!!!

pena que só com o divorcio se começam a mudar os hábitos... talvez devessemos ser nós a mudar o rumo á história não?

pois...

jocas

6:41 PM  
Blogger Sónia said...

E muitas sonham com companhia, e depois de muito tempo de solidão deseperamos!

É da nossa natureza, eu acho, nunca estamos bem! Queremos sempre o oposto do que temos!

10:36 AM  
Blogger Mãe da Rita said...

Ui, tantas verdades... Um tempo para fazer o nada que eu quiser, tantos tempos que passei sem ninguém...

11:37 PM  
Blogger rnpv said...

Mas viver sem os míudos era ainda mais solitário, não?

Roubo horas ao sono por isso estou aqui a esta hora...

Blog divertido o teu...

beijinhos

raquel

2:35 AM  
Blogger cdgabinete said...

eu não diria momentos de solidão... mas sim, momentos sozinhas.... e momentos sozinha sabem tão bem...

1:14 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home