Sunday, November 23, 2008

Emergir

Eu disse resiliência, não disse resistência. É que não é só resistir. É arranjar forças para dar a volta. É chegar ao fundo da piscina, tocar com os pés nos ladrilhos azuis, encolher os joelhos e fazer balanço para voltar à tona.
E respirar. De novo.
Porque é preciso. Porque só assim é possível continuar.
É o que eu faço. Parar, fechar os olhos, ficar em silêncio, inspirar, expirar, procurar uma mão a que me possa agarrar, procurar mesmo, concentrar-me nos sorrisos, nos afagos, nas mãozinhas pequenas que me arranham, nas mãos grandes que me abraçam, inspirar, expirar, abrir os olhos, voltar. É o que eu faço. De vez em quando, todos os dias, mais do que uma vez por dia, não interessa, tem que ser feito, as vezes que forem necessárias.
Não temos que estar sempre felizes. Mas podemos esforçar-nos um pouco, ora bolas.

(sim, isto é para vocês meus amigos mergulhadores. estendo-vos a mão, quem a agarra?)

Labels: ,

8 Comments:

Anonymous Diogo Calhau said...

Olha eu aqui de mãozinha esticada.

5:11 PM  
Anonymous Marta said...

Coragem! Há dias piores. É preciso concentrarmo-nos nos dias melhores que chegarão. Às vezes aprece que a vida não nos acompanha e que é uma rocha quadrada que temos de empurrar para ela andar para a frente. Com o movimento fica mais redonda e daqui a pouco já rola bem.
Coragem...

9:56 PM  
Blogger António Sengo said...

e emergir a sentir os nossos pés presos ao fundo?

que exercicio mais dificil!

Força aí.

1:31 AM  
Blogger )0( said...

Aqui está um post que, soubesse eu exprimir-me assim, poderia ter escrito.

Força.

3:12 PM  
Blogger SMS said...

EU! Eu agarro!

6:25 PM  
Blogger Alexandre said...

Há é que arranjar uma garrafa de grande capacidade. Estamos velhos para essas coisas de grandes apneias à Humberto Pelizari..

10:17 PM  
OpenID Q said...

oh, simple things... :)

2:00 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

Eu agarro
mas ando pr'aqui no corso...

5:52 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home