Tuesday, June 26, 2012

Filho único

Com o António fora esta semana a casa fica silenciosa. Sozinho, o Pedro está mais calmo, brinca com os carrinhos, sem discussões, sem lutas, sem gritos, sem jogos de bola, sem competições, sem confusões. Para mim também é bom poder desfrutar deste meu filho. Conversamos, damos beijinhos e abraços, brincamos. Posso dar-lhe toda a atenção. Mimo-o. Deixo-o "lavar" a loiça. Dou-lhe a sopa. Ontem jantou na sala, com tabuleiro, a ver episódios do Ruca. Hoje ficou deitado no sofá a ver um filme do Bob o construtor. É aproveitar enquanto o mano não está cá para dominar o comando da televisão e só nos deixar ver beyblades e gormitis. Até sexta-feira, é filho único. E depois, felizmente, volta tudo ao caos habitual. Sim, que eu queixo-me mas a verdade é que tanto silêncio assim também me faz uma certa impressão.

Labels:

1 Comments:

Blogger SMS said...

Aqui em casa é igual. Sempre que um não está... o outro fica manso como um cordeiro. E isso até na mais pequena se nota! :) Mas depois o barulho volta e é bom. Beijo!

10:10 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home